OHSAS 18002

OHSAS 18002 – Sistemas de Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional – Diretrizes para a implementação da OHSAS 18001

A OHSAS 18002 apresenta os requisitos específicos da OHSAS 18001, acompanhados das diretrizes pertinentes.

A OHSAS 18002 será revisada ou alterada quando for considerado apropriado.

As revisões serão realizadas quando forem publicadas novas edições da OHSAS 18001 (o que deverá ocorrer quando forem publicadas as edições revisadas da ISO 9001 ou da ISO 14001).

A OHSAS 18001 e a OHSAS 18002 serão retiradas de circulação quando da publicação de seu conteúdo em, ou como, normas internacionais.

Os usuários são responsáveis por sua correta aplicação. A conformidade com esta publicação da Série de Avaliação da Segurança e Saúde Ocupacional, por si só, não confere imunidade em relação às obrigações legais.

Objetivo e campo de aplicação

 A OHSAS 18002 não cria requisitos adicionais àqueles especificados na OHSAS 18001, nem prescreve abordagens obrigatórias para a implementação da OHSAS 18001.

Estas diretrizes OHSAS se aplicam à Segurança e Saúde Ocupacional (SSO) e não à segurança de produtos e serviços.

 Esta especificação da Série de Avaliação da Segurança e Saúde Ocupacional (OHSAS) fornece os requisitos para um Sistema de Gestão da Segurança e Saúde Ocupacional (SSO), permitindo a uma organização controlar seus riscos de acidentes e doenças ocupacionais e melhorar seu desempenho.

Ela não prescreve critérios específicos de desempenho da Segurança e Saúde Ocupacional, nem fornece especificações detalhadas para o projeto de um sistema de gestão.

Esta especificação OHSAS se aplica a qualquer organização que deseje:

a) estabelecer um Sistema de Gestão da SSO para eliminar ou minimizar riscos aos funcionários e outras partes interessadas que possam estar expostos aos riscos de SSO associados a suas atividades;

b) implementar, manter e melhorar continuamente um Sistema de Gestão da SSO;

c) assegurar‑se de sua conformidade com sua política de SSO definida;

d) demonstrar tal conformidade a terceiros;

e) buscar certificação/registro do seu Sistema de Gestão da SSO por uma organização externa; ou

f) realizar uma auto-avaliação e emitir auto-declaração de conformidade com esta especificação.

O grau de aplicação dependerá de fatores como a política de SSO da organização, a natureza de suas atividades e os riscos e a complexidade de suas operações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.